jump to navigation

Discurso do Obama: simpático, mas… 21/março/2011

Posted by rapidoerasteiro in Diversos.
Tags: , ,
trackback

Segunda feira chuvosa em Florianópolis, e o assunto do dia nas rodas de cafezinho é (ainda) a visita do Obama.

Realmente, a postura deste Presidente dos Estados Unidos da América foi bastante diferente em relação aos seus antecessores. A anterior arrogância deu lugar a uma grande simpatia e, às vezes, até mesmo uma certa humildade. Não sei se é reflexo da crise por lá, ou da melhoria da nossa economia, ou ainda as duas coisas juntas.

Agora, é necessário ter sempre um pouco de cautela na hora de analisar os discursos do presidente dos EUA. Vou discordar dos jornalistas que, “encantados” com a “simpatia” e o carisma de Obama, ficam falando que agora o Brasil está sendo tratado “de igual para igual”. Sonhar, realmente, não custa nada…

Não sei se todo mundo reparou, mas no discurso do Obama feito ontem no Rio de Janeiro, além de ficar “rasgando seda” com o Brasil, trouxe uma mensagem bem clara: por vezes, o presidente fala “podemos ajudar vocês”, e em várias áreas; em outras vezes ele também trouxe a questão das parcerias que podem ser estabelecidas entre Brasil e EUA. Agora, na minha opinião faltou uma coisa muito importante: em nenhum momento ele disse que os EUA precisam do Brasil.

Ou seja, por mais agradável que tenha sido a postura do Obama, é sempre bom lembrar da sabedoria chinesa da estratégia. Um dos famosos estratagemas é “esconder a espada com um sorrido”. Ou seja, por trás de tanta simpatia normalmente há muitos interesses nada simpáticos.

O fato é que, realmente, os EUA não precisam realmente do Brasil para nada. Mas, considerando questões como a crise econômica por lá, além da dependência do petróleo Árabe e da concorrência tecnológica de outros países (como a China), agradar ao Brasil me parece ser uma ação interessante.

Pessoalmente, acho que eles estão cobertos de razão em fazer o que estão fazendo. Se eu fosse dos EUA, eu também pensaria no Brasil de hoje como um “plano B”. Porém, como estou do lado Brasileiro da mesa, me obrigo a declarar publicamente que precisamos ver as coisas com bastante clareza. E, porque não, também sermos muito simpáticos, sorridentes e receptivos com as autoridades norte-americanas, mas sem nos esquecer de defender com unhas e dentes os nossos próprios interesses. Ou seja, nós também podemos esconder a nossa espada com um sorriso bem brasileiro…

 

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: