jump to navigation

Aposentadoria? 15/fevereiro/2011

Posted by rapidoerasteiro in Diversos.
Tags: , , ,
trackback

Sem dúvida, o assunto da semana é o inesperado (mas nem tanto) anúncio da aposentadoria do Ronaldo “fenômeno” dos campos de futebol.

Podem ficar tranquilos, não serei eu mais um a ficar analisando a carreira de Ronaldo, o que ele fez ou deixou de fazer. Para isso há inúmeros portais, sites e blogs especializados.

Uma das coisas que me chamou a atenção foi uma declaração dele dizendo que chorou por vários dias antes de fazer o anúncio, mostrando que não esperava ter que parar tão cedo de trabalhar como jogador nos gramados. Aí me lembrei de outros casos não apenas de atletas, mas de profissionais das mais diversas áreas, que têm uma coisa em comum: a grande maioria não esperava se aposentar.

A maior certeza que temos nesta vida na Terra é que um dia ela vai acabar para todos nós. Além disso, também vamos envelhecer; aliás, envelhecemos fisicamente todos os dias, por mais que a nossa mente queira se manter jovem. Com isso, precisamos encarar o seguinte fato: a aposentadoria vai chegar para todos nós também, de um jeito ou de outro.

O tal “carpe diem” (aproveitar o presente) é uma filosofia muito bacana nos filmes e nos livros. Porém, viver o agora sem pensar no que pode acontecer depois pode trazer surpresas nem sempre agradáveis. Enquanto somos jovens, cheios de energia, temos disposição para trabalhar quase como máquinas. Porém, é bom deixar claro que essa disposição não vai durar para sempre, e aqui trago o alerta da importância de pensar na aposentadoria.

Ao contrário do que se pensa, a aposentadoria não necessariamente significa ter que parar de trabalhar, ou trocar o uniforme de trabalho por um pijama. Significa, acima de tudo, uma mudança de prioridades. Quem se aposenta não precisa parar completamente de trabalhar, mas pode se dar ao “luxo” de aproveitar mais o tempo livre com atividades mais prazeirosas.

A maior parte das pessoas não faz o seu plano de aposentadoria. E não estou falando aqui daqueles Planos de Previdência oferecidos no mercado. Estou falando de um plano pessoal, que considera não apenas o aspecto financeiro, mas também e principalmente o aspecto mental. É bastante comum vermos pessoas que ficam desorientadas depois da aposentadoria, e muitas delas inclusive sofrem sintomas claros de depressão. E isso acontece porque não se prepararam para a mudança.

Por mais indigesto que seja o assunto, planejar a aposentadoria pode até ser um exercício bastante interessante. A gente pode estabelecer objetivos e metas futuras que irão marcar o “momento da virada”, ou mesmo construir uma carreira paralela que poderá ser exercida depois que você se aposentar. Atitudes como essas podem ajudar a minimizar bastante os efeitos da mudança, e também podem servir para trazer uma sensação de “dever cumprido”.

O assunto é delicado, complexo e de certa forma até polêmico. Inclusive tenho certeza que especialistas na área da saúde e do trabalho podem acrescentar muito mais ao tema do que esse simples post. Mas fica aqui a sugestão para cada um pensar sobre isso.

No fim das constas, a moral da história parece ser: Carpe diem sed noli oblivisci crastina (aproveite o dia, mas não esqueça de amanhã).

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: