jump to navigation

World music = Música mundial 26/fevereiro/2010

Posted by rapidoerasteiro in Artes, Internet.
Tags: , , ,
trackback

Para fechar uma semana “musical”, com posts falando sobre o assunto.

Até pouco tempo atrás o termo “World Music” servia para classificar estilos musicais até então “inclassificáveis”, principalmente por conter uma mistura de elementos regionais de várias partes do mundo. Para nós brasileiros, o nome mais conhecido no estilo é Paul Simon, que gravou várias músicas acompanhado dos tambores do grupo bahiano Olodum.

Porém, ao analisar recentes iniciativas musicais como Youtube Symphony Orchestra, a versão Youtube de “We are the world”, só para citar dois exemplos, temos uma nova concepção para o termo World Music: música realmente feita por pessoas do mundo todo, e não apenas contendo elementos musicais de diferentes regiões.

Um dos melhores exemplos disso é a iniciativa “Playing for change” (www.playingforchange.com), que mostra gravações unindo o trabalho de músicos de rua do mundo todo e inclusive deu origem a uma ONG que tem como um dos seus objetivos ajudar as comunidades que abrigam esses músicos, especialmente aqueles que colaboram com a iniciativa. Também foi criado um selo chamado “Timeless Media”, para distribuir alguns produtos que financiam a ONG, entre eles CDs e DVDs que inclusive podem ser comprados aqui no Brasil nas lojas especializadas.

Para entender melhor essa ampliação do conceito de world music, fica mais fácil assistir a um dos vídeos do playing for change:

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: