jump to navigation

Empresa fabricante de clones da Apple está em maus lençóis 6/julho/2009

Posted by rapidoerasteiro in Tecnologia.
Tags: , ,
trackback

Em agosto do ano passado em publiquei um post sobre a Psystar, empresa fabricante de computadores 100% compatíveis com os sistemas operacionais MacOS da Apple. Na época, a Apple havia processado a Psystar, pois segundo a licença de uso do MacOS, o sistema operacional só pode ser instalado em computadores da Macintosh (da Apple, claro).

Para contra-atacar, a Psystar contratou um escritório de advocacia “top” para fazer a sua defesa. Porém, meses depois, a empresa parece realmente estar mal das pernas, pois não tem como pagar os honorários do escritório. Por essas e outras, está inclusive sofrendo um processo de pedido de falência.

Utilizando a expressão muito utilizada nos comunicados da Psystar, realmente não é fácil “lutar contra Golias”. A fabricante dos “autênticos Hackintosh”, que custam de 30 a 40% a menos que um verdadeiro Macintosh da Apple está tentando, mas creio que dificilmente terá fôlego para aguentar a batalha.

Outro ponto é que, realmente, a Psystar tentou tomar um atalho para se dar bem no mercado, e até agora está se dando mal. Particularmente, acho complicado concordar com uma empresa que se aproveita de um produto campeão de vendas, no qual foram investidos milhões de dólares, para vender os seus produtos à margem da lei, contando com uma possível “ajudinha” da justiça. Foi uma estratégia muito arriscada, e eles estão pagando por isso agora.

Por outro lado, também acho que a Apple poderia abrir o licenciamento do MacOS para qualquer computador, como já escrevi aqui. O mercado e nós, usuários, agradeceríamos muito.

Anúncios

Comentários»

1. Giancarlo - 9/julho/2009

Marcus, a Apple é gato escaldado quando se trata de abrir tecnologia. O Apple II foi clonado, legalmente, até não mais poder. Lembra dos nossos brasileiríssimos TK 2000 e equivalentes? Todos Apple II. Foi com o desenvolvimento do Macintosh que a Apple mudou de estratégia e fechou as portas. É meu e ninguém tasca, vaticinou Steve Jobs. Não sei se concordo ou discordo, mas certamente é uma estratégia vencedora.
Sinceramente, em vez de me preocupar com os mac clones, eu ficaria de olho no Cade norte-americano, que tá preocupado com as parcerias monopolistas da Apple com operadoras de telefonia por lá.
Abracci.

rapidoerasteiro - 13/julho/2009

É verdade, tinha mesmo me esquecido dos “clones” do Apple II nos anos 1980, principalmente aqui no Brasil com a “reserva de mercado” para informática. A Polymax tinha o “Maxxi”, que já naquela época era muito superior aos primeiros PC XT e AT.
Valeu a colaboração!
abs


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: