jump to navigation

Futurecom 20-10-2008 – Palestra Qualcomm 29/outubro/2008

Posted by rapidoerasteiro in Diversos.
Tags: , , ,
trackback

A palestra “TV móvel no Brasil – oportunidades de negócios e visão do consumidor” foi apresentada por José Luciano do Vale, Gerente Senior de Produto e Negócios da Qualcomm.

A palestra focou 3 pontos principais: uma pesquisa do tipo “focus group” realizada pela Qualcomm sobre TV digital móvel (ou MoTV), a solução MediaFLO, e o chipset da Qualcomm para MoTV.

Inicialmente, foi feito um panorama geral, mostrando que dispositivos mobile vêm agregando funcionalidades. Segundo pesquisa citada (datada de 2007) os principais interesses dos usuários de celular seriam Games, IM, Push to Talk, Internet, e Câmera.

Destaques sobre o “focus group” realizado pela Qualcomm:
– Hoje o brasileiro assiste a TV cerca de 5h/dia;
– O modelo hibrido de MoTV (com canais abertos e pagos) seria bem aceito;
– Conteúdos pagos seriam “premium”;
– Cerca de 40% tem alto interesse em pagar e outros 40% tem algum interesse;
– Maiores motivações p/ MoTV: novela, filmes, noticias e futebol.

Informações interessantes:
– Vende-se mais aparelhos MoTV em paises com sinal aberto de TV Digital. Segundo o palestrante, há um problema para se transmitir MoTV: o alto custo dos repetidores de sinal, já que os aparelhinhos teriam maior dificuldade de recepção de sinal.
– A adoção da funcionalidade de TV nos celulares pelos fabricantes (por demanda dos usuários) foi mais rápida do que outras funções como câmera e áudio, por exemplo.

Para MoTV, as receitas estariam vinculadas a ações de interatividade. O celular acaba sendo o dispositivo ideal para isso, já que o canal de retorno está embutido, possibilitando comunicação em dois sentidos e, portanto, viabilizando ações como compras, respostas a enquetes, etc. Nesse cenário, o palestrante também sugere foco no conteúdo sob demanda.

Solução da Qualcomm para MoTV paga: MediaFLO. O produto dá suporte a diversas tecnologias como CDMA 2000, EV-DO, WCDMA, 3G, etc., e considera outra feqüência de transmissão, diferente da utilizada pelo sinal de TV Digital aberta. Por ocupar uma freqüência específica, o MediaFLO não ocupa banda celular, pois realiza broadcasting. Apenas os conteúdos sob demanda seriam transmitidos pela rede celular.

Sobre o chipset para MoTV, a Qualcomm traz o MBP1600. O chip tem baixo consumo de energia, algo crítico para dispositivos mobile, e suporta varios padrões, inclusive mix (Padrão de TV digital para canais abertos, e MediaFLO para canais pagos), para telefones que seriam “dual mode”.

A partir dessa solução híbrida, as operadoras poderiam entregar pacotes de canais p/ publicos especificos. O  telefone (ou SIM card) identifica o usuário e a operadora poderá disponibilizar o seu respectivo pacote de MoTV, com canais abertos e pagos.

Com essa realidade, também abre-se a oportunidade para empresas desenvolverem aplicativos adicionais interativos aos conteúdos solicitados (publicidade, e-commerce, etc.), uma vez que esse tipo de produto não é foco das operadoras de telecom.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: