jump to navigation

Jingles de campanhas eleitorais – parte V 29/agosto/2008

Posted by rapidoerasteiro in Artes, Internet.
Tags: , , , ,
trackback

Mais um post da série. Lá vai:

  • Beto Richa (PSDB – Curitiba): tem duas músicas, nenhuma das duas sendo algo a se destacar. Uma delas é um pop-rock sem sal, a outra é uma polca com teclado de pagode (ma-ga-vi-lha!). Isso comprova duas teorias: a primeira, o candidato a reeleição é líder das pesquisas e não precisa se esforçar muito para se reeleger; a segunda, Curitiba nunca foi um celeiro criativo em termos de música, ainda falta uma identidade musical para a cidade. Pelo menos, a letra da polca foi feita para “grudar” no ouvido, mesmo com o risco de serem feitas várias sacanagens com o nome do candidato (“Beto, Beto, fica! Eu quero Beto, Beto Richa!).
  • Carlos Moreira (PMDB – Curitiba): o jingle também vai no clichê dos jingles com introdução grandiosa, institucional, para depois cair na música propriamente dita. Por falta de orçamento, o instrumental da orquestra é feito com teclados, porém é bem produzida. A música vai no estilo Gospel brasileiro, mas é muito lenta. A melodia até é bonita, mas não anima.
  • Gleisi Hoffmann (PT – Curitiba): quando eu falo sobre a falta de identidade da música curitibana, parece preconceito, mas não é. Na verdade, já morei em Curitiba e gosto muito da cidade, porém esse é um fato inegável. A candidata Gleisi tem um jingle que mais parece música gauchesca. É meio um xote/vaneirão com violão em destaque e boa melodia. É um bom jingle, porém não combina nem com a candidata e muito menos com a cidade. Acho que a agência errou de Estado.
  • Valéria Pires (DEM – Belém): mais uma para a galeria de “musas candidatas a prefeita”. O jingle tem apelo bastante popular, utilizando o ritmo da região que foi difundido nacionalmente pela banda Calypso. A música usa e abusa da eletrônica e tem letra fácil (“Valéria, Valéria, Valéria vai governar!”). O gosto pode até ser duvidoso, mas vai pegar bem junto ao eleitorado. Detalhe: o jingle tem até um rap!
  • Gilberto Kassab (DEM – São Paulo): quem leu os posts anteriores deve estar se perguntando por que Kassab aparece novamente aqui. É que a campanha do candidato resolveu publicar mais músicas, que merecem o seu devido destaque. São jingles temáticos, de acordo com as maiores realizações/plataformas da campanha. Tem jingle para a saúde, para o “leite das crianças”, para a lei “cidade limpa”, e para outros temas. É uma inovação interessante.

Em breve, mais análises. Confiram no blog as análises de I a IV.

A pedidos, mais para o final da campanha farei um ranking dos melhores e dos piores jingles analisados. Vamos ver o que vai sair disso….

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: